Brazilian Community of Atlanta - Comunidade Brasileira em Atlanta
Cultura
Comunidade



How to do Business and Invest in Brazil - Seminar
Atlanta - November 3rd, 2015

Click here for more information

Organizer: Câmara de Comércio Americana do Brasil, Amcham-Brasil
Support: Consulado Brasileiro em Atlanta, BACC-SE, WTC Atlanta, Metro Atlanta Chamber




[Direitos Humanos]    [Direitos do Imigrante]    [Cartilha do Emigrante]

Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. Dotados de razão e de consciência, devem agir uns para com os outros em espírito de fraternidade.
(Artigo 1° - Declaração Universal dos Direitos do Homem)

Nosso website encontra-se em construção - Our website is under construction.


Notícias


Bancos americanos encerram contas de embaixadas, e de missões estrangeiras na ONU.

Colaborador: Sergio Nascimento



NAÇÕES UNIDAS - Diplomatas de vários países reclamaram, junto aos funcionários do governo americano, sobre a decisão tomada por vários bancos americanos para fechar as contas das suas missões diplomáticas e da dificuldade em encontrar novas instalações bancárias.

Patrick Kennedy, subsecretário do Departamento de Estado para a gestão, e Mark poncy, diretor de estratégia política do Tesouro, informou cerca de 200 diplomatas por trás de portas fechadas e, em seguida, ouviu os enviados de muitos dos 192 países e membros da ONU.

- Nós ouvimos as suas preocupações - , Kennedy disse a repórteres mais tarde. - Nós já ofereceu algumas sugestões sobre abordagens alternativas que eles podem tomar para obter serviços bancários adicionais -.

Kennedy disse que os EUA continuarão a trabalhar com os diplomatas e com o setor bancário.

- Não há só um, dois ou três bancos nos Estados Unidos, nos oferecemos uma série de sugestões sobre como as abordagens poderiam ser feitas para bancos com base em fatores que sentimos seria atraente para os bancos para adicionar esta nação ou aquela nação como um cliente -, disse ele.

Kennedy se recusou a revelar quaisquer detalhes das sugestões, ressaltando que os bancos dos EUA são privados, e regulados por normas legais,  mas não são gerenciados pelo governo.

Ele disse que os EUA estão comprometidos a trabalhar com as missões diplomáticas, não só na ONU, mas em Washington - onde muitas embaixadas sofrem com o encerramento das contas, acrescentando que o secretário do Tesouro, Timothy Geithner, eo secretário de Estado, Hillary Rodham Clinton estão trabalhando para resolver o problema. transfer news

JPMorgan Chase & Co., que possuia a maioria das contas diplomática das Nações Unidas e está entre os bancos que optaram em fechá-las, não mencionou nenhuma razão para sua ação.

Em uma carta de 30 de setembro, o banco garantiu embaixadores que - esta decisão empresarial não reflete sobre sua organização ou como você lidou com a sua conta (s) -.  Acrescentou que as contas pessoais não seriam afetados.

Mas o embaixador da ONU do Egito Maged Abdelaziz apontou as rigorosas regras de informação exigida dos bancos pelo governo federal. Disse também que os bancos estão agindo comercialmente, pois dever levar em consideração o custo para gerar as informações ao governo.

Os Estados Unidos intensificaram a regulamentação para as operações financeiras com exterior após os ataques 11 de setembro de 2001. As regras visam impedir o fluxo ilegal de fundos estrangeiros por crimes como lavagem de dinheiro, terrorismo e tráfico de drogas.

Instituições financeiras americanas já foram obrigadas a comunicar às autoridades federais todas as transações em dinheiro acima de U$ 10.000 - tanto nacionais como internacionais - bem como outras operações que pareçam suspeitos. Mas, segundo uma proposta do Departamento do Tesouro, esses regulamentos serão reforçadas ainda mais, exigindo dos bancos relatórios a cada semana em todas as transferências eletrônicas de dinheiro dentro e fora dos Estados Unidos, não importa o valor.

Embaixadores da África do Sul, Marrocos, Egito e Irã, e o observador palestino da ONU se queixaram aos jornalistas, dizendo que eles não encontraam bancos alternativos.

O representante da África do Sul nas Nações Unidas, embaixador Baso Sangqu, disse que - estamos à procura de soluções -, sublinhando que as missões diplomáticas não podem operar sem os serviços bancários.

Embaixador do Irã na ONU,  Mohammad Khazaee, disse que o problema não só ameaça o funcionamento das missões da ONU, mas o funcionamento e a existência das Nações Unidas, porque os países não podem pagar suas cotas as Nações Unidas e nem as contribuições para missões da ONU de manutenção da paz sem uma conta bancária nos EUA.

Todas as missões foram à procura  de um banco adequado para abrir sua conta, mas infelizmente pelo que ouvi de quase todos, nenhum banco quer cooperar com eles", disseram aos  jornalistas.

Khazaee disse que sugeriu à Organização das Nações Unidas em autorizar o Federal Credit Union a prestar de serviços bancários às missões diplomáticas. Ele disse quee também sugeriu que as Nações Unidas retire o seu dinheiro do Chase - e deposite no banco que estiver disposto a abrir contas para para as missões.

Voltar...














© 2005 - 2017 Associação da Comunidade Brasileira - ASCOMBRA
P.O.Box #683052 - Marietta, GA 30068 - Phone: (678) 807-9340